Planeta Vida - Área do  Professor Planeta Vida - Área Jovem

Economia do Brasil

A economia do Brasil sobrepõe-se às economias dos restantes países da América do Sul e tem vindo a expandir a sua presença nos mercados mundiais. É um país que apresenta uma economia sólida, é exportador de uma grande variedade de produtos, fato que fortalece sua economia. As atividades de agropecuária, indústria e serviços são bem atuantes e contribuem para o crescimento do PIB (Produto Interno Bruto). Em 2008, o PIB brasileiro apresentou crescimento de 5,1% em relação à produção de 2007. Apesar da recessão, o Brasil foi um dos primeiros países a recuperar. Em 2010, a confiança entre os consumidores e os investidores renasceu e o crescimento do PIB alcançou os 7,5%, a taxa de crescimento mais elevada nos últimos 25 anos. A inflação crescente obrigou a que as autoridades tomassem medidas para acalmar a economia. Estas ações e a situação económica internacional a deteriorar-se reduziram o crescimento no período de 2011-2013.

O desemprego está, neste momento nas taxas mais baixas já registadas no país e a conhecida desigualdade de rendimentosno país tem vindo a diminuir nos últimos 14 anos. As taxas de juro historicamente elevadas no país têm atraído investidores estrangeiros. Os grandes influxos de capital nos últimos anos têm contribuído para a valorização da moeda, prejudicando a competitividade da indústria brasileira e forçando o governo a intervir nos mercados de troca estrangeiros e aumentar impostos em alguns investimentos estrangeiros. O Brasil encontra-se em 79º lugar no Índice de Desenvolvimento Humano de 2014.

 

Fonte:

https://www.cia.gov/library/publications/the-world-factbook/geos/br.html